#QueTalHistoria: Historia da Catalunha

Vamos falar um pouco sobre história? Já falamos sobre a Historia do País Vasco que você pode conferir aqui.

As informações desse texto foram tiradas do vídeo abaixo:

Desde a pré-história, os primeiros a chegarem na costa do que hoje conhecemos por Catalunha foram os gregos, em 575 a.C. Deixam gente lá para manter um contato comercial e começam cultivos de cereais, uvas e olivas; além de introduzir uma moeda.

Isso é comecinho do que virá a ser a Catalunha. Depois de dois séculos, em 318 a. C., chegam os romanos, conquistam todo o território e permanecem por sete séculos. Resultado de imagem para cataluña romanos mapaNesse tempo, criam novos povoados como Gerunda (Girona), Barcina (Barcelona), Tarraco (Tarragona). E ainda fizeram a ligação entre os locais por meio de pontes e  introduziram o latim.

No século 5 d. C., os romanos caíram e uma das razões foi a chegaram os visigodos – que ocuparam toda a península, mas não ficaram na Catalunha – e, em seguida, os mulsumanos.

Como os mulsumanos passaram pelos Pirineus e começaram a incomodar os francos (população da atual França) e, para frear o avanço dos moros, tropas lutaram e conseguiram separar uma parte que denominaram “Marca Hispánica”. A ideia era fortalecer a região para evitar uma nova expansão.

A partir daqui, começamos as particularidades da região. Os francos entregam a administração para os condados, que tem domínio e administração próprios.

Sem título

Como mostrado na foto acima, começam a aparecer duas Catalunhas: La Vieja e La Nueva (ainda sob domínio dos moros).

Na Cataluña Vieja acontecem várias coisas como, por exemplo, uma maior relação entre os condados (através de casamentos entre famílias) e começam a se centralizar no condado de Barcelona. Paralelamente, vão se independizando do Império Franco (que está debilitado) e surgem instituições chamadas “Usatges” (que vão organizar costumes e normas próprias), ainda primitivas. Catalunha vai tendo cara!

No ano de 1137, o Conde Barcelona, Ramon Berenguer IV se casa com a princesa Petronila de Aragón, fazendo uma aliança de governo. Massssssss, eles vão manter suas línguas e instituições. Massa, né? Os catalães sempre muito preocupados em manter a sua identidade.

O Reino de Aragón y Cataluña começa um processo de expansão no século XIII e conquistam as Ilhas Baleares (e importância marítima) e a região de Valencia (por isso o valenciano parece tanto o catalão).

Com o tempo, a auto gestão da Catalunha vai sendo desenhada e se tornando mais sólida. Mas os problemas internos começam a aparecer pela diferença na distribuição da riqueza entre nobres e camponeses. O que dá isso tudo? Guerra!!!!!!!!!!!!1

Tanta guerra que o Rei do momento resolve a situação acabando com a hierarquia e melhorando, um pouquinho, a vida dos camponeses.

No século XV, o mapa da Espanha muda um pouco e está dividido em 4 reinos: Castilla, Granada, Navarra e Aragón. Fernando de Aragón se casa com Isabel de Castilla. Depois eles conseguem incorporar o Reino de Granada e o de Navarra (com bastante autonomia como podemos ver no texto sobre o País Vasco).

Sem título2

O que aconteceu com a Catalunha nesse meio tempo? Bom, eles estavam felizes porque todo mundo tava pagando impostos e ainda conseguiram manter sua autonomia.

Castilha foi para as Américas e Aragón (e Catalunha) foram para o Mediterrâneo:

Sem título3

Na época da Guerra dos 30 anos, por uma ideia de que “todo mundo deveria pagar os mesmos impostos e centralizar o governo”, os camponeses catalães se rebelaram e aconteceu a “Guerra de los segadores”: luta de 12 anos entre o povo e os nobres. SE GARATEM MUITO!

Resultado? Aragón e Castilla continuam sua auto administração. UHUUUU!

Mesmo com todas as mudanças políticas, os catalães conseguiram manter suas instituições. No século XVIII, perdem tudo na “Guerra de sucesión”: enfrentamento entre os Borbones (centralistas) e os Austrias (manter a autonomia). O candidato dos Austrias foge e os catalães perdem a guerra no dia 11 de setembro (essa data é comemorada o “Día nacional de Cataluña”) de 1714. O candidato vencedor proíbe a língua e as instituições. CATALUNHA COMEÇA A DEPENDER >>TOTALMENTE<< DE MADRID.

No século XIX, com o crescimento industrial e agrícola da Catalunha, a classe popular voltou a amar muito a sua cultura e sua língua, junto com um sentimento de consciência nacional. Assim surge o “catalanismo político”.

Depois das Guerras Carlistas e a Catalunha se manter sob o governo de Madrid, chega a era da República!

Nessa época, a Catalunha consegue as instituições de volta e em 1932, o Estatuto de Autonomia é aprovado. Mas o que é isso? É como uma constituição catalã.

Nos 40 anos da ditadura de Franco, o catalão e as instituições foram proibidas outra vez. Tudo vai ser reativado na Democracia!

Resultado de imagem para cataluña franco

No século XXI, o amor pelo nacionalismo catalão aumenta. A crise econômica, a corrupção no Estado e a percepção de que Catalunha dá mais dinheiro para a Espanha do que recebe são fatores que agravaram a vontade de independência do local.

Em 1 de outubro de 2017, um referendo foi realizado para saber se eles querem se separar da Espanha. O Governo espanhol o considera ilegal mesmo que 2.286.217 votos foram computados e 90% deles foram a favor da Independência.

Uma semana depois, Catalunha é considerada independente. Suspende e abre diálogo com Madrid.

Em março de 2018, depois de mais manifestações, a Catalunha teve um novo governo e o atual primeiro ministro, Pedro Sánchez falou que quer dialogar com a região para mantê-los na Espanha.

É loucura, viu? E não vai parar nem tão cedo.

Vou deixar essa foto fofa aqui pra vocês:

Resultado de imagem para cataluña romanos mapa


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s